Fundamentação

Relatos sobre experiências que têm por base a interação do Design com outras áreas de conhecimento são freqüentes em encontros e publicações desta área. Eles falam de itinerários variados que vêm enriquecendo o Design tanto no âmbito teórico quanto no prático.

Atualmente, tem crescido significativamente o interesse pela área da surdez, principalmente entre pesquisadores lingüistas, educadores, psicólogos, entre outros, visto que este tema constitui um campo fértil para discussões.  A presente pesquisa traz o designer para este universo de investigação e sua participação se dá por meio de instrumentos próprios a seu campo de expertise: o projeto de um material educativo que tem por objetivo auxiliar crianças surdas no processo inicial de aquisição do Português escrito como segunda língua, no âmbito do ensino fundamental, da 1a à 4a séries, através de uma abordagem interdisciplinar, com foco no Design.

O trabalho aqui relatado exemplifica o modelo triangular que deve compor as atividades desenvolvidas no âmbito da universidade: incluiu a pesquisa, contemplada com duas bolsas de órgãos de fomento – FAPERJ e CNPq, o que permitiu o projeto e a confecção do material educativo e viabilizará a continuidade desta investigação; teve reflexos no ensino e também na pesquisa, com a vinculação de bolsistas PIBIC/CNPq, de alunos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-graduação em Design da PUC-Rio; desenvolveu trabalho de extensão universitária, por meio da parceria com o Instituto Nacional de Educação de Surdos, INES-RJ, na figura de fonoaudiólogos, professores, alunos e consultores em LIBRAS.