Design Educação

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
LPD Teses e Dissertações Teses Design de experiências e ambientes interativos

Design de experiências e ambientes interativos

NOVAES, Luiza; COUTO, Rita Maria de Souza. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO Departamento de Artes e Design. Design de experiências e ambientes interativos : possibilidades no campo da telemedicina. 2007. Tese (Doutorado em Artes e Design)-Pontifícia Universidade do Rio de Janeiro, Rio e Janeiro, 2007.

O trabalho trata das possibilidades de atuação do designer no campo da telemedicina e apresenta uma proposta pedagógica para um curso de especialização em Design para Projetos de Telemedicina. O modelo de processo de aprendizagem, desenvolvido e aplicado ao curso, é baseado na interação entre ensino, pesquisa e desenvolvimento, e se propõe a promover a reflexão sobre o campo ao qual for aplicado, através da produção de experiências práticas. Uma primeira etapa do estudo consta de revisão de literatura sobre telemedicina. Conceitos, definições, formação, questões éticas, recursos tecnológicos, políticas de saúde e vantagens de sua aplicação em países periféricos. Um panorama da telemedicina no Brasil é apresentado, tomando como referência experiências desenvolvidas na Fundação Oswaldo Cruz e na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Em seguida, questões de interatividade são enfocadas, trazendo a discussão sobre convergência de mídias e a abordagem de Media Ecology – estudo do ambiente midiático como estrutura, conteúdo e impacto nas pessoas - , à luz do design. A proposta de um curso de especialização em Design para Projetos de Telemedicina surge como desenho de uma parceria entre o design e a telemedicina. O modelo pedagógico proposto integra os dois campos, e pretende ser responsável pelo surgimento de um espaço de destaque, constituindo-se como local de produção, construção e inovação em telemedicina. Na conclusão do estudo são feitas considerações sobre design colaborativo, design participativo, e acima de tudo, design centrado no homem. São apresentadas oportunidades para os designers no campo da telemedicina e possíveis desdobramentos para a pesquisa.

» Versão Digital