// outras publicações

Teoria do Design

Esta tag está associada com 6 postagens

Exercício I, Escrevendo com Autores, Grupo B

A animação em questão demonstra a forma como o grupo encarou o diálogo existente entre os escritos de Bomfim e Zaia a fim de promover a constituição de um campo teórico do Design. O grupo inicialmente pensou em estabelecer esse diálogo a partir de uma ramificação de polos com o objetivo de atingir uma interseção. O texto de Zaia, “A teoria como hipótese”, representando o campo da educação e Bomfim, com “Sobre a possibilidade de uma teoria do design”, o design. A partir destes dois polos, elementos como “Teoria”, “Prática”, “Crítica”, “Fundamentos”, “Conhecimentos”, “Disciplinas” e se este seria um questionamento relativo a elementos específicos e determinados ou indeterminados “A ou UMA”.

Contudo, após muita deliberação, o grupo entendeu que o diálogo não precisaria se dar necessariamente desta forma. Em vez de entender os escritos como polos distintos com elementos em comum, incorporou-se a simplicidade organizacional empregada por Bomfim para promover o entendimento de que seria mais adequado falar de ciclos.  Assim, questões poderiam suscitar disciplinas e conhecimentos, que por sua vez poderiam estimular teorias e práticas, que por sua vez provocariam mais questões. Entende-se também que não existe um sentido obrigatório para este ciclo, mas que a comunicação entre todos estes elementos promova um determinado entendimento a partir do fim do ciclo.

Uma vez finalizado o ciclo, mais questões surgirão e, portanto, um novo ciclo se iniciaria despertando a comunicação com os outros elementos. Consequentemente, o diálogo entre Zaia e Bomfim, no que diz respeito ao design, é representado por uma estrutura helicoidal que não lida com polos opostos, mas um processo de comunicação entre diversos elementos multidisciplinares. Da mesma forma, assim se estruturou o trabalho do grupo: por meio de um processo.

GRUPO:

Arthur Protasio, Bianca Martins, Claudia Bolshaw, Gabriel Cruz, Liliana Gutiérrez.

REFERÊNCIAS:

BOMFIM, Gustavo. Sobre a possibilidade de uma teoria do design. In: Anais do P&D Design 94, 1994, pág. 15-22.

BRANDÃO, Zaia. A teoria como hipótese. In: Pesquisa em Educação: conversas com pós-graduandos. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio: São Paulo: Loyola, 2002, pág. 61-72.

Exercício I, Grupo C: Escrevendo com autores.

Este vídeo apresenta as aproximações tecidas pelo grupo entre os escritos de Gustavo Bomfim (Sobre a possibilidade de uma teoria do design) e Zaia Brandão (A teoria como hipótese). Na busca por possíveis relações claras e lógicas entre os conteúdos de ambos os textos, o grupo sintetizou as principais informações presentes em cada um dos artigos e desenvolveu esquemas visuais que, interligados, acabaram por configurar um vídeo, tendo em vista a dinamicidade dos conceitos e afirmações apresentadas.

Em uma breve descrição:

Para Bomfim, o tema de uma teoria do Design pode ser entendido como uma configuraçãoEsta configuração pode caracterizar-se enquanto atividade ou produtoEnquanto atividade, pode ser entendida através de noções sintáticas, semânticas e pragmáticas. Já enquanto produto, pode ser entendida através das relações entre objeto e designer, objeto e meio de produção e objeto e usuário. A teoria do Design pode ainda ser vista, contextualizada, através de diferentes áreas temáticas, como a Filosofia, a História e a Pedagogia. Tal ordenação propicia a construção de uma teoria do Design enquanto processo 1) indutivo: da práxis (micro) para a teoria (macro); ou 2) dedutivo: da teoria (macro) para a práxis (micro). Este esquema dialoga com a noção de Zaia Brandão de teoria enquanto hipótese pois, conforme a autora, sempre podemos investigar um problema a partir de uma nova perspectiva: novos problemasvolta aos clássicosnovas releiturasenfrentamentos de novas questõesavançosnovos problemasvolta aos clássicos e assim sucessivamente.

Atividade desenvolvida no dia 20/03/2012.

GRUPO:

Claudia Amaral, Fabiana Heinrich, Marco Lima, Sandro Lopes.

REFERÊNCIAS:

BOMFIM, Gustavo. Sobre a possibilidade de uma teoria do design. In: Anais do P&D Design 94, 1994, pág. 15-22.

BRANDÃO, Zaia. A teoria como hipótese. In: Pesquisa em Educação: conversas com pós-graduandos. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio: São Paulo: Loyola, 2002, pág. 61-72.

APRESENTAÇÃO:

Constructing a coherent cross-disciplinary body of theory about designing and designs: some philosophical issues

Terence Love

Esse artigo explora alguns dos problemas filosóficos associados com a construção de um corpo de conhecimento e teoria transdisciplinar unificada e coerente associada à projetação e projetos em design. O artigo identifica questões às quais se espera que um corpo de conhecimentos transdisciplinar se dirija. Ele descreve um critério geral para melhorar/enriquecer as definições de conceitos e teorias, fronteiras e contornos exteriores entre a pesquisa em design e outras disciplinas de nove áreas da teoria. O artigo se encerra propondo definições de conceitos centrais na pesquisa e elaboração de teorias relacionadas à projetação e projeto [de design], e desenha chama a atenção para as dificuldades políticas práticas em construir um corpo de conhecimento mais coerente nessa área.

LOVE, Terence. Constructing a Coherent Cross-Disciplinary Body of Theory about Designing and Designs: Some Philosophical Issues. In: International Journal of Design Studies, 2002, 23(3), 345-361. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/S0142-694X(01)00043-6

Reflexões sobre “A Possibilidade de uma Teoria do Design”, treze anos depois

Profa. Dra. Rita Maria de Souza Couto

Departamentode Artes & Design
Laboratório
de Interdisciplinarde Design/Educação da PUC-Rio

Palestra apresentada no Simpósio LARS 2008

Resumo

Discute-se a possibilidade de constituição de um corpo teórico unificado e interdisciplinar de Design, tendo por fio condutor um artigo publicado por Gustavo Bomfim no Congresso P&D Design de 1994. Mostra-se a importância de configurar uma teoria do Design com estatuto próprio, diante de outras áreas de conhecimento humano. Articula as principais idéias de Bomfim com autores da área de Design e Educação.

Abstract

The possibility of constituiting a teoretical interdisciplinary body for the Design is discussed, having as guideline a Gustavo Bonfim article published in the P&D Design 1994 Congress. The importance of drawing a Design theory, with its own status in face of others human knowledge areas is stressed. The main ideas of Bomfim are articulated with autors of Design and Education areas.

Confira o texto completo!

[ Reflexões sobre “A Possibilidade de uma Teoria do Design”, treze anos depois ]

 

Exercício I – Escrevendo com autores

Em sala de aula, realizar por meio de texto escrito um diálogo entre as ideias de Gustavo Bomfim e Zaia Brandão, problematizando a questão da constituição de um corpo teórico para a área do Design a partir de um paralelo com a área da Educação.

Textos:
BOMFIM, Gustavo. Sobre a possibilidade de uma teoria do design. In: Anais do P&D Design 94, 1994, pág. IV-21.
BRANDÃO, Z. A teoria como hipótese. In: Pesquisa em Educação: conversas com pós-graduandos. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio: São Paulo: Loyola, 2002, pág. 61-72.

Mote: Criatividade na composição do texto e na diagramação.

Prazo de envio: 21 de março de 2012

Os trabalhos deverão ser enviados para o grupo de discussão. Os autores que quiserem publicar seus trabalhos no site da disciplina devem anexar ao e-mail a autorização para publicação no site.

Autorização para publicação no site Design e Interdisciplinaridade
Na qualidade de autor da obra intelectual acima identificada, aqui denominada simplesmente OBRA, autorizo a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio – a reproduzi-la e publicá-la na página Design e Interdisciplinaridade, entendendo-se o termo reprodução e publicação conforme definição respectivamente dos incisos VI e I do artigo 5° da Lei 9610/98, podendo a OBRA ser acessada pela rede mundial de computadores (WWW – Internet), sendo permitida a consulta e a reprodução, a título gratuito, do exemplar da OBRA para uso próprio de quem a consulta. A autorização de publicação aqui concedida não tem limitação de tempo, podendo a OBRA ser publicada nas condições acima mencionadas por tempo indeterminado.

Autorizo a publicação da obra.

Nome(s) do(s) autor(es)

Sobre a possibilidade de uma Teoria do Design

Gustavo Amarante Bomfim

O ensaio tem como objetivo contribuir para uma reflexão sobre a possibilidade de se constituir uma teoria do Design. Nesse texto, publicado em 1994 no primeiro Congresso P&D Design, defendeu a tese de que uma teoria do Design deveria ser, necessariamente, interdisciplinar e possibilitar a interação entre o fazer prático e o pensamento teórico. Apresentou como diretriz para a elaboração de seu instrumental metodológico, a combinação de elementos da teoria do conhecimento, da lógica e das teorias científicas das ciências clássicas.

BOMFIM, Gustavo. Sobre a possibilidade de uma teoria do design. In: Anais do P&D Design 94, 1994, pág. IV-21.