// outras publicações

ideias

Esta tag está associada com 2 postagens

Exercício 2, Da leitura como produção de sentidos, Grupo B

O Design e O Ponto

As poesias “A Biblioteca e o Armarinho” e “A Biblioteca e o Design” foram criadas pelo grupo para promover um diálogo entre os textos dos autores Goulemot e Colasanti.

A primeira poesia visa apresentar uma leitura que discuta o conceito de “biblioteca” apresentado por Goulemot contraposto à noção de costura trabalhada enquanto suporte e conteúdo por Colasanti. No entanto, a segunda poesia busca explorar a polissêmia abordada por Goulemot e fazer uma relação direta por meio da substituição de referências à costura por referências ao design.

A verdadeira integração se dá, no entanto, quando ambos os textos não são exibidos isoladamente, mas de maneira sobreposta e costurada a fim de identificar a união de todos os conceitos abordados e o diálogo entre os autores originais. Sendo assim, o grupo optou pela representação dessa sobreposição por interédios de transparências apresentadas no retroprojetor. O resultado obtido se valeu do suporte e de conceitos chave como “biblioteca”, “polissêmia” e “fisiologia” para criar uma apresentação simultaneamente nostálgica e inovadora.

GRUPO B:  Arthur Protasio, Bianca Martins, Claudia Bolshaw, Gabriel Cruz, Liliana Gutiérrez

REFERÊNCIAS:

Colasanti, M. A moça tecelã. São Paulo: Global, 2004.

Goulemout, J. Da leitura como produção de sentidos. In: Chartier, R. Práticas da leitura. São Paulo: Estação Liberdade, 1996

De onde vêm as boas ideias?

Incluir um texto sobre a publicação do vídeo…